02 | Nem tudo se resume a oração

Antes de mais nada, não seja bobão e não deturpe as minhas palavras: Eu não vou desprezar o poder da oração e sua eficácia em nossa relação com Deus e a nossa vida.

A oração é essencial! Está claro?

Mas ela por si, não é uma chave mágica.

Antes de julgar esse texto pelo escopo, leia-o até o fim.

Vamos Parar, Pensar e Refletir!

Existe uma matéria que aprendemos no seminário, escola teológica ou faculdade teológica, chamada Hermenêutica.

Em linhas gerais, a Hermenêutica conecta um texto no outro, um versículo completa outro versículo, um texto completa o entendimento e o significado de outro texto.

Ficou claro para você?

Então vamos analisar:

Mateus 26:41 diz assim:

“Vigiem e orem para que não caiam em tentação. O espírito está pronto, mas a carne é fraca.”

A palavra VIGIEM é derivada da palavra VIGIAR, que é um VERBO DE AÇÃO, transitivo direto que significa ESTAR ATENTO.

A palavra OREM é derivada da palavra ORAR, que é um VERBO DE AÇÃO, de regência múltipla que significa TER UMA CONVERSA (UM DIÁLOGO) COM DEUS.

Um verbo de ação significa que ele é um verbo de acontecimento, de movimento, de iniciativa e de desejo.

Ou seja, Orar e Vigiar se completam, porém, o Jesus Cristo de Nazaré, que é o VERBO QUE SE FEZ CARNE, ao escrever a Palavra do Pai (Bíblia), através de Sua manifestação aos homens, colocou ANTES de ORAR o verbo VIGIAR, ou seja, à sua oração sem uma ação (VIGIAR) não vale de nada…

As duas ações são importantes, mas Jesus deixou claro que ANTES de ORAR você dever AGIR, TOMAR INICIATIVA, ESTAR EM MOVIMENTO… VIGIAR!

Meu mentor, Caio Fábio, que me ordenou ao sagrado ministério, sempre me disse uma frase: Quem tem fome, têm pressa.

Por isso acho uma tremenda MALDADE (em caixa alta, de forma proposital), quando pseudos pastores escutam alguém dizer que está com fome, e esses imbecis dizem: Vou orar por você.

Melhor é ficar calado se não vai agir.

Se eu não tenho como ajudar, peço a vários irmãos que possam ajudar quem tem fome ou necessidade. E nesse aspecto, eu conheço muitos que não são crentes, mas são santos de ação, sempre prontos a ajudar o próximo.

Pastores Canalhas.

Quem tem fome, têm pressa.

Hermenêuticamente, conferimos essa explicação em Tiago 2:17

“Assim também a fé, se não tiver as obras, é morta em si mesma.”

A sua fé sem ação (OBRAS) é inválida, ela é morta, não adianta de nada.

Está claro?

Segurando na mão de Deus,

Léo Vilhena