11 | Por que perdoar uma traição é um erro?

POR QUE PERDOAR UMA TRAIÇÃO É UM ERRO?
Não farei apologia ao divórcio, só estarei dizendo o que eu penso sobre traição, o divórcio é apenas o fim da linha de algo que já ACABOU.
Primeiro, você tem que entender que traição não é um descuido, traição não é um erro ou uma falha ocasional, não foi por acaso, quem traiu desejou transar com outra pessoa, sentiu desejos ou atração por outra pessoa, não foi obra do acaso, traição é uma escolha, traição é uma decisão.
Segundo, quem ama e respeita não trai o marido ou a esposa nem a primeira vez, traição está ligada à falta de caráter, se traiu é porque nunca amou de verdade, por que se amasse de verdade, nunca ficaria de ‘pintinho duro’ por uma outra mulher ou ‘alagada’ por outro homem.
O que houve foi uma cobiça, e o pecado de satanás qual foi mesmo? Então, cobiçar é atributo de Satanás, seus anjos e de seus filhotes.
Terceiro, trair é quebrar um dos pilares centrais de um casamento: a confiança! Mas você pode me dizer “pastor Léo, eu conheço 1 casal que houve perdão e hoje vivem bem.”
Para começo de conversa eu não acredito que vivam bem, e de verdade eu conheço 1.532 casais que depois do perdão, houve reincidência na traição.
Não sabe o que é reincidência? joga no Google.
Quem trai uma vez…
Quarto, perdoar a falta de respeito (trair é uma falta de respeito) é apenas prorrogar ou protelar o próximo chifre, por que quem faz uma vez, faz 2, 3, 4, 5….
Quinto, até a BÍBLIA permite o divórcio em caso de ADULTÉRIO, mas vc pode alegar que Jesus permitiu o divórcio por causa da dureza dos Corações, isso é verdade, mas você já viu alguém que foi traído estar com o coração feliz, alegre, radiante, efusivo e mole (feliz)?
Bater no peito sorrindo e dizer: “virei chifrudo (a)?”
Jesus permitiu você ir embora em paz, então vá. Não se submetam a comer migalhas.
Sexto, me perguntaram se eu NUNCA dei uma escapadinha…
Eu afirmei a verdade: NUNCA.
E sabe por que?
Porque eu desde cedo eu entendi a seriedade de quebrar um voto na presença de Deus, isso é muito sério. Eclesiastes afirma que Deus não terá como inocente alguém que quebra um voto ou uma aliança na presença dEle.
Deixa eu te contar uma coisa: Deus perdoa TODOS os pecados que você cometeu ou comete, Ele perdoa TODOS, mas existe a Lei da Semeadura, o perdão de Deus não impede, não invalida de você colher a colheita que é fruto do pecado cometido.
Você entendeu?
Quem quebrar um voto feito na presença de Deus é um criminoso = Culpado! Não tem porém ou mas….
O perdão divino perdoa o ato cometido mas não impede a colheita.
Sétimo, e para encerrar, confiança é igual a um cristal que se quebra: podemos colar os cacos? SIM, porém as marcas do cristal quebrado ficarão para sempre visíveis e com uma memória ativa, visível!
Perdoar é Divino mas ter amor próprio e não sujeitar-se a viver ao lado de quem não tem caráter (de um cafajeste ou vagabunda) é SUBLIME!
Léo Vilhena