68 | Quando eu falo em empatia e amor ao próximo…

Você já passou a experiência de acordar as 05h da manhã, de uma sexta-feira chuvosa e ainda deitado na cama, se emocionar e chorar igual a um “bezerro desmamado”?

Acabei de viver essa experiência…

Quem me acompanha e me prestigia com a sua audiência e acessos, vem percebendo que há dias eu venho batendo na tecla da misericórdia, da empatia, do amor extremo ao próximo e de ser solidário, e acabo de acordar e assisto a esse vídeo:


Eu vou perguntar somente à todos aqueles sensíveis e que tem um coração cheio de amor:

Como não se emocionar?

Em dias de congelamento das emoções, do empetrecimento do amor, é absolutamente de arrepiar assistir um outro ser humano mostrar um gesto de grandeza e se solidarizar com um homem que enfrenta um câncer e raspa o cabelo em sinal de solidariedade…

Eu não sei você, mas eu estou emocionado até agora…

Por que não fazer uma experiência e tornar-se uma pessoa de Atitude & Solidariedade?

Léo Vilhena