91 | A dor da indiferença, injustiça e incompreensão

Não existe nada pior no ciclo da vida do que a indiferença, injustiça e incompreensão, e elas tomam maiores proporções e se tornam potencializadas se partem de alguém próximo a você como pais, filhos e cônjuges.

Ser abandonado ou desprezado, eu diria até ignorado, por quem você ama é a pior das dores que qualquer ser humano possa experimentar. É uma dor profunda e agonizante, por que tem como alicerce o sentimento que você nutre por alguém que é sangue do teu sangue, ou que você escolheu para viver ‘até que a morte os separe’.

Não é verdade?

Vamos refletir mais um pouco:

Indiferença é falta de interesse, falta de atenção, ausência de cuidado, é negar uma consideração, é oferecer descaso é tratar o outro com desdém. É não se importar com a existência de uma outra pessoa. É ignorar como se ela não existisse.

Injustiça é tratar o outro de maneira vil e oferecendo a ele a ausência da justiça, é violar o direito de dar a essa pessoa a chance de se explicar do por que tomou tais atitudes, é tratar ele de modo injusto sem ao menos lhe dar a chance de uma defesa, é considerar culpado aquele a quem não foi outorgado o direito de defesa. Isso é ausência de justiça, é não permitir o direito de se explicar, isso é uma injustiça.

Incompreensão é a incapacidade para compreender algo como uma história, uma reação, uma ação, um movimento, uma atitude, é a capacidade ou incapacidade para perceber o significado de algo por trás da história, de um gesto, de uma palavra, de um significado, de uma decisão. Todas as ações tem um por quê? Não seja tolo ou incompreensivo, deixe o outro se explicar.

Pensando em tudo isso e em todas essas definições, eu não consigo achar nos livros de psicologia, de psiquiatria, de psicanálise, de terapias das mais diversas e nem em livros de autoajuda, eu não encontro respostas para estas questões, mas evitando ser religioso, mas não tendo como me furtar à religiosidade, na ausência de respostas com elaborações técnicas, eu encontro respostas para estas questões na Bíblia sagrada.

Vejamos se eu no meu encontro de soluções ou a própria Bíblia, vejamos se estamos errados:

  • Devido ao aumento da maldade, o amor de muitos esfriará,’ Mateus 24:12
  • Não confieis nos vizinhos, tampouco acreditais nos amigos. Tende todo cuidado com o que dizeis e partilhais com aquela que te abraça” Miquéias 7:5
  • Pois chegou o dia em que o filho despreza o pai, a filha se levanta contra a mãe, a nora se insurge contra a sogra; e os grandes inimigos do homem são os seus próprios familiares!” Miquéias 7:6
  • Estarão divididos: pai contra filho, e filho contra pai; mãe contra filha, e filha contra mãe; sogra contra nora, e nora contra sogra.” Lucas 12:53
  • Os filhos contra os pais, as filhas contra as mães e as noras contra as sogras. E assim os piores inimigos de uma pessoa serão os seus próprios parentes” Mateus 10:35

Eu usei apenas 5 exemplos para provar a você que a Bíblia responde o por que da indiferença, injustiça e incompreensão nos dias atuais, tal como um tsunami, essas dores devastam, arrasam e destroem corações. almas, famílias e elos. Destrói vidas.

São dores agonizantes provindas do abandono, da indiferença, da injustiça e da incompreensão.

O que nos conforta é sabermos e termos a compreensão de que há três verdades insofismáveis:

  1. Deus jamais nos abandona;
  2. O que a pessoa plantar, aquela pessoa vai colher, porque a Lei da semeadura é implacável e não poupa ninguém e
  3. Jamais estaremos sozinhos.

Pare, Pense e Reflita.

Léo Vilhena